Patagônia Argentina – Parque Nacional Los Glaciares

Localizado na região conhecida com Andes Austral do território argentino, a sudoeste da Província de Santa Cruz, seu território protege parte do Campo de Gelo Continental Patagônico, o qual é considerado a maior formação de geleiras do mundo depois da Antártida. Compreende um importante ambiente natural ao sul da Argentina composto por belíssimas paisagens emolduradas por montanhas da Cordilheira dos Andes, lagos com águas de cor azul turquesa, bosques andinos e a imensidão da estepe patagônica.

Cordilheira dos Andes.
Lago Viedma.
Bosque Subantártico.
Estepe Patagônica / Lago Argentino.

Seu nome tem origem devido às numerosas geleiras provenientes do Campo de Gelo Continental Patagônico, o qual alimenta 47 grandes geleiras, sendo 13 delas descendo em direção a costa atlântica. Devido à sua enorme extensão, o parque possui uma grande diversidade de ecossistemas com as geleiras e o campo de gelo dominando a superfície.

Campo de Gelo Patagônico - Parque Nacional Los Glaciares.
Campo de Gelo Patagônico - Parque Nacional Los Glaciares.
Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares.
Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares.
Campo de Gelo Patagônico - Parque Nacional Los Glaciares.
Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares.

Por sua espetacular beleza, interesses glaciológico e geomorfológico e parte de sua fauna e flora sofrendo risco de extinção, a área protegida foi criada em 1937 e em 1971 estabeleceu-se os limites das áreas que compreendem o Parque Nacional e a Reserva Nacional. Pelo reconhecimento de seu valor em nível internacional, em 1981 foi declarado pela UNESCO como Patrimônio Natural Mundial.

Vista do Glaciar Perito Moreno a partir do Mirador de los Suspiros no Parque Nacional Los Glaciares.

Toda a área protegida possui 600.000ha de extensão, sendo que o parque ocupa uma área de 445.900ha de superfície localizada na porção mais ocidental da reserva. A leste do Parque localizam-se as zonas protegidas de Viedma, Centro e Roca, ocupando uma extensão total de 145.100ha.

Mapa da Área do Parque Nacional Los Glaciares.

O Parque recebe um grande número de visitantes todo o ano, a região se destaca pela facilidade de acesso e visualização de suas geleiras, visto que na maior parte do planeta as geleiras se encontram a 2.500m acima do nível do mar, no parque se originam a 1.500m de altitude descendo até 200m acima do nível do mar. Como resultado do degelo deste imenso ecossistema, são formados os Lago Argentino e Lago Viedma, que desaguam suas águas no Oceano Atlântico através do Rio Santa Cruz que cruza toda a província.

Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares - El Calafate.
Trekking sobre o gelo Minitrekking no Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares - El Calafate.
Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares - El Calafate.
Lago Argentino - Parque Nacional Los Glaciares.
Lago Viedma - Parque Nacional Los Glaciares.

No Lago Argentino se encontram imensas geleiras e a mais conhecida é o Glaciar Perito Moreno. Sua fama se deve ao continuo movimento de suas massas, produzindo um fenômeno cíclico de avanços e retrocessos em direção a península de Guimarães. Com sua face de cerca de 5km de extensão por 60m de altura acima do nível do lago, apresenta espetaculares desprendimentos de blocos de gelo que geram um estrondoso barulho e icebergs navegando sobre as águas do Canal Tempranos.

Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares - El Calafate.
Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares - El Calafate.
Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares - El Calafate.
Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares - El Calafate.
Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares - El Calafate.
Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares - El Calafate.

Quando a geleira encosta sua massa de gelo sobre a Península de Magalhães, provoca o represamento da água do Brazo Roca do Lago Argentino que causa a elevação do nível de suas águas em até cerca de 20m. Esta ocorrência exerce uma forte pressão sobre as paredes da geleira, ocasionando erosões que em um enorme arco de gelo. Com pressões exercidas não somente pelas erosões como também pelo movimento da própria geleira, o arco formado se rompe a 50m de altura, criando o efeito conhecido como La Ruptura. Este processo foi observado pela primeira vez em 1917 e ocorre em ciclos irregulares a cada 4 anos mais ou menos.

Há três formas de apreciar a geleira dos mais diferentes ângulos: por água, com barcos que se aproximam dos paredões de gelo; em terra firme, por meio das passarelas e mirantes; e realizando o trekking sobre o gelo.

Glaciar Perito Moreno visto das passarelas – Parque Nacional Los Glaciares – El Calafate.
Safari Náutico – Glaciar Perito Moreno – Parque Nacional Los Glaciares – El Calafate.
Trekking sobre o gelo Big Ice – Glaciar Perito Moreno – Parque Nacional Los Glaciares – El Calafate.

Das 47 geleiras que se encontram no parque, a de maior extensão é o Glaciar Upsala que ocupa uma superfície de mais de 750km², possui uma extensão de cerca de 53km e largura de 10km sendo o glaciar mais longo da América do Sul. Está localizado sobre o Brazo Norte do Lago Argentino e pode ser contemplado tanto em passeios de barco como por terra em passeios com veículos de tração 4×4.

No Lago Argentino, também é possível apreciar o Glaciar Spegazzini, que se inicia desde o Chile até o Brazo Spegazzini do Lago Argentino. Seu destaque é pelo tamanho de suas paredes de gelo que podem chegar a cerca de 135m de altura sobre o nível do lago, sendo considerado o glaciar mais alto do Parque Nacional Los Glaciares.

O Glaciar Viedma localiza-se no setor norte do parque e é o segundo maior glaciar da região. É conhecido por suas formações cinzentas originárias de cinzas de erupção vulcânicas ocorridas no passado. Pode ser contemplado a partir do Lago Viedma em embarcações, assim como se pode realizar o trekking sobre o gelo em sua superfície.

Além destes quatro glaciares maiores, o parque conta com mais 43 grandes glaciares e cerca de 200 de menor tamanho.

Glaciar Viedma - Parque Nacional Los Glaciares.
Glaciar Piedras Blancas - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Glaciar Piedras Blancas - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Glaciar Piedras Blancas - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Glaciar Piedras Blancas - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Glaciar Piedras Blancas - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Glaciar Grande e Glaciar Torre - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Outros Glaciares - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Outros Glaciares - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.

Outros atrativos turísticos no Parque são os grandes picos que rodeiam os glaciares. O mais alto é o Monte Fitz Roy que chega a superar os 3.400m acima do nível do mar. O segundo maior é o Cerro Torre com altura de pouco mais de 3.100m acima do nível do mar. Pode-se contemplar estes maciços à distância a partir de trilhas que começam em El Chaltén, assim como por alpinismo (apenas recomendado para alpinistas experientes que possuam permissão para sua subida emitida pelo parque).

Cerros Torre e Fitz Roy vistos da trilha para a Laguna de los Três – El Chaltén

Embora não seja o maior monte da Região, com seus 1.282m acima do nível do mar, o Cerro Cristal favorece vistas panorâmicas sendo considerado um dos melhores pontos para se contemplar o Lago Argentino. Possui rota de trekking recomendada para os mais diversos tipos de públicos.

A vegetação do parque compreende três formações diferentes: Os bosque subantárticos, as formações altoandinas e a zona de transição com a estepe patagônica.

Bosque Subantártico - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Formação Altoandina - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Formação Altoandina - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Estepe Patagônica.
Estepe Patagônica.
Estepe Patagônica.
Estepe Patagônica.

Os bosques subantárticos ocupam aproximadamente 79.000ha de norte a sul no setor ocidental ao longo do parque. Dentre os principais exemplares estão árvores do gênero Nothofagus, como lengas e ñires. As Lengas são a espécie predominante nos bosques próximos às geleiras devido à sua melhor resistência a baixas temperaturas.

Bosque Subantártico - Parque Nacional Los Glaciares.
Lengas (Nothofagus pumilio) - Parque Nacional Los Glaciares.
Lengas (Nothofagus pumilio) - Parque Nacional Los Glaciares.
Lengas (Nothofagus pumilio) - Parque Nacional Los Glaciares.
Lengas (Nothofagus pumilio) - Parque Nacional Los Glaciares.

Entre os arbustos destacam-se o notro com suas flores vermelhas, o calafate com suas flores amarelas e frutos comestíveis e o sauco del diablo localizados nas zonas mais úmidas dos bosques. Pela escassez de umidade, a região da estepe patagônica é composta por formações rasteiras e arbustivas que apresentam características mais adaptadas a estas condições, como camadas mais espessas que cobrem a superfície das plantas, folhas mais finas e espinhosas e órgãos de reserva de água e nutrientes.

Frutos de calafate (Berberis microphylla) - Parque Nacional Los Glaciares.
Frutos de calafate (Berberis microphylla) - Parque Nacional Los Glaciares.
Senecio (Senecio sp.) - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Avejilla (Lathyrus nervosus) - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.

As formações altoandinas são representadas quase exclusivamente por gramíneas adaptadas a condições extremas em que, na maior parte do ano, a água se encontra em estado sólido, sendo os exemplares mais comuns nesta região plantas dos gêneros Bolax e Azorella.

Azorella (Azorella sp.) - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Chaura (Pernettya mucronata) - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Flora - Parque Nacional Los Glaciares.
Mutilla (Empetrum rubrum) - Parque Nacional Los Glaciares.
Polvera (Lycoperdon perlatum) - Parque Nacional Los Glaciares.

Os representantes da fauna mais avistados na região são as aves. Nas zonas de maior aridez, concentram-se mais próximas a fundos de vale com maior concentração de água, principalmente próximos às lagoas localizadas em Punta Bandera, onde há maior abundancia de espécies em busca de água e comida. São mais de 100 espécies de aves, entre elas o carpintero gigante (Campephilus magellanicus), a águila mora (Geranoaetus melanoleucus) e o condor andino (Vultur gryphus). Os ambientes aquáticos dispõem de grande diversidade de aves que incluem o cisne de cuello negro (Cygnus melancoryphus) e os patos zambullidor grande (Oxyura jamaicensis) e de torrente (Merganetta armata). Na região da estepe destaca-se a grande corredora da zona, o choique (Pterocnemia pennata).

Remolinera común (Cinclodes fuscus) - Parque Nacional Los Glaciares.
Chimango (Chimango carara) - Parque Nacional Los Glaciares.
Comesebo patagónico (Phrygilus pataganicus) - Parque Nacional Los Glaciares.
Águila mora (Geranoaetus melanoleucus) - Parque Nacional Los Glaciares.
Carpintero gigante (Compephilus magellanicus) macho - Parque Nacional Los Glaciares.
Carpintero gigante (Compephilus magellanicus) fêmea - Parque Nacional Los Glaciares.
Loica común (Sturnella loyca) - Parque Nacional Los Glaciares.
Cóndor andino (Vultur gryphus) - Parque Nacional Los Glaciares.
Flamenco austral (Phoenicopterus chilensis) - Parque Nacional Los Glaciares.
Carancho (Caracara plancus) - Parque Nacional Los Glaciares.
Quetro volador (Tachyeres patachonicus)) - Parque Nacional Los Glaciares.
Carancho (Caracara plancus) - Parque Nacional Los Glaciares.
Carancho (Caracara plancus) - Parque Nacional Los Glaciares.
Zorzal patagónico (Turdus falcklandii) - Parque Nacional Los Glaciares.
Halconcito colorado (Falco sparverius) - Parque Nacional Los Glaciares.
Carpintero pitío (Colaptes pitius) - Parque Nacional Los Glaciares.
Cóndor andino (Vultur gryphus) - Parque Nacional Los Glaciares.
Águila mora (Geranoaetus melanoleucus) - Parque Nacional Los Glaciares.

No parque há 18 espécies nativas de mamíferos e duas exóticas. Entre os mamíferos se destaca um dos grandes felinos americanos, o puma (Puma concolor). Durante o dia permanece escondido e à noite, habitualmente sai de seu abrigo para a realização de caçadas noturnas. Uma das espécies mais ameaçadas é o huemul (Hippocamelus bisulcus), uma espécie de cervídeo que habita algumas regiões muito pontuais no interior do parque. Com o aumento da extensão da neve no período do inverno, estes cervos baixam das regiões de pradarias de altura para os bosques de lengas buscando refugio e alimento, sendo possível encontrar grupos de vários indivíduos.

Zorro colorado

Os mamíferos mais fáceis de se avistar são os zorro colorado (Dusicyon culpaeus) e zorro gris (Dusicyon griseus), encontrados tanto em regiões próximas das cidades como na região da estepe. Estes mamíferos, por sua confiança, chegam a distâncias mais próximas dos humanos, porém o contato deve ser evitado já que são animais selvagens e não devem ser alimentados. Também estão presentes de forma habitual manadas de guanacos (Lama guanicoe) ao longo da estepe patagônica.

Guanacos (Lama guanicoe).
Zorro colorado (Dusicyon culpaeus).
Zorro colorado (Dusicyon culpaeus).
Zorro colorado (Dusicyon culpaeus).
Zorro gris (Dusicyon griseus) - El Calafate.
Lagarta - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Aranha - Parque Nacional Los Glaciares - El Chaltén.
Dragón de la patagónia (Andiperla willinki) - Glaciar Perito Moreno - Parque Nacional Los Glaciares - El Calafate.

Devido a temperaturas extremamente frias, o Lago Roca é um ótimo lugar para pescar trutas, percas e puyens.

Atenção:

  • O Horário de Visita a zona sul do parque (região onde estão os glaciares Perito Moreno, Upsala e Spegazzini) conta com entradas a partir das 08h00 da manhã, e seu fechamento varia de acordo com o mês do ano. Durante o outono e início de inverno, desde o mês de abril até julho, o parque fecha às 16h00. No final de inverno e início da primavera, entre os meses de agosto e outubro o parque encerra suas atividades às 18h00 horas. No final da primavera, durante o mês de novembro o parque fecha às 19h00 e em dezembro às 20h00. No Verão, durante os meses de janeiro e fevereiro o parque permanece aberto até às 21h00. Na zona norte do parque que compreende o povoado de El Chaltén o acesso é livre;
  • A Intendência do Parque Nacional Los Glaciares está localizada em El Calafate. Tanto El Chaltén como El Calafate oferecem alojamentos de hotéis com padrão internacional até hosterias e cabanas turísticas. Caso a opção seja acampar na região, existem áreas habilitadas no Lago Argentino e no Viedma, próximas à Chaltén, como os Acampamentos de Poincenot, Laguna Capri, De Agostini, Toro e Río Blanco. Certifique-se no centro de visitantes os setores onde é permitido acampar e quando é permitido acampar;
  • Não são permitidos ingresso com animais de domésticos nas trilhas e dentro dos parques. No povoado de El Chaltén há vários cães pelas ruas, é proibido deixar que eles acompanhem ou que sejam atraídos paras as trilhas e acampamentos;
  • Não é permitido fazer fogo no parque. É permitido apenas o uso de fogareiros (calentadores) apenas nas áreas de acampamento;
  • Para trekking em El Chalten, consulte o estado das rotas e trilhas. Circule apenas pelas trilhas habilitadas. Como medida de segurança, é necessário registrar-se no Centro de Visitantes do parque para percorrer trilhas e, principalmente, para acampar nos acampamentos habilitados;
  • A autoridade do local é o guardaparque, respeite as indicações dele;
  • Não deixe vestígios de sua visita, todo lixo produzido no parque deve ser regressado para a cidade. Ajude à manter o ambiente limpo, regressando resíduos abandonados encontrados pelo caminho.
Sinalização.
Sinalização.
Sinalização.
Sinalização.
Sinalização.
Sinalização.
Parque Nacional Los Glaciares
Endereço: Intendencia del Parque – Avenida del Libertador San Martin 1302 – El Calafate / Perito Moreno – Ruta Provincial, Km 110 – El Calafate / Chaltén – Final da Ruta Provincial 23 – El Chaltén.
Horário: 08h00 às 19h00, 20h00 ou 21h00 (dependendo do mês do ano).
Telefones: +54 (2902) 491005/ 491755/ 491545/ 491788.
Website: https://www.parquesnacionales.gob.ar/areas-protegidas/region-patagonia-austral/pn-los-glaciares/

 

 

 


 

 

 


Comentários:

pedeviagem